A Prefeitura de Petrolina, no Sertão pernambucano, anunciou nesta sexta-feira (3) a cura clínica da primeira paciente que foi diagnosticada com o coronavírus na cidade. Ela tem 70 anos e testou positivo para a doença no dia 23 de março, após voltar de uma viagem para fora do país.

A paciente ficou em isolamento domiciliar, sem contato com os familiares. Depois de receber a cura clínica, a mulher continua isolada, assim como os familiares dela, os quais também estão sendo monitorados. Petrolina agora tem apenas um paciente com o coronavírus. Nenhuma morte foi registrada.

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, assinou na última segunda-feira (30) um documento que prorroga por mais 15 dias o isolamento social no município. As feiras livres têm funcionamento flexibilizado e fiscalização. Escolas, faculdades, teatros e academias continuam fechados.