Artistas de Caruaru classificados em projeto do Ministério da Cultura

274

Catorze artistas que atuam em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foram classificados no Prêmio Culturas Populares Leandro Gomes de Barros, oferecido pelo Ministério da Cultura. O resultado foi divulgado nesta quinta-feira (16). Todos os inscritos pela Fundação de Cultura e Turismo foram habilitados. O ministério vai premiar 500 iniciativas da cultura popular em todo o Brasil, com R$ 10 mil cada.

Os projetos de Sebá Alves, Casa do Pife e Severino Vitalino obtiveram nota máxima. Os outros aprovados foram Mazurca Pé Quente do Alto do Moura, Boi Tira-Teima, Manuel Eudócio (in memoriam), Mestre Luiz Antonio, Severino Pereira dos Santos, Seu João do Pife, Mestre Dila e Marliete Rodrigues. Estes tiveram o apoio da FCTC para fazer a inscrição.

João do Pife também foi habilitado no prêmioJoão do Pife também foi habilitado no prêmioFoto: Jorge Farias/divulgação

Além dos inscritos pela fundação, tiveram seus projetos aprovados o cordelista Olegário Filho, o Centro Educacional Popular Assunção (Cepa) e Coletivo Afro Ilê Dandara. Entre os critérios avaliados para obter a premiação estão contribuição sociocultural que o projeto proporcionou às comunidades; melhoria da qualidade de vida das comunidades a partir das práticas culturais; impacto social e contribuição para a preservação da memória e para a manutenção das atividades dos grupos, entre outros.

O Prêmio Culturas Populares Leandro Gomes de Barros foi lançado no dia 22 de junho e vai premiar 500 iniciativas em todo o País que fortaleçam as expressões culturais populares brasileiras, retomando práticas em processo de esquecimento e que difundam as expressões populares para além dos limites de suas comunidades de origem. Alguns exemplos são o cordel, a quadrilha, o maracatu, o jongo, cortejo de afoxé, bumba-meu-boi, entre outros.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie