Cadela deixada em carro roubado leva polícia a prender suspeito de praticar série de assaltos

460

Uma cadela deixada em um carro roubado foi uma das pistas usadas pela Polícia Civil para prender um suspeito de praticar uma série de assaltos em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Segundo a corporação, a cachorrinha foi levada para a delegacia de Piedade e reconhecida por familiares de Melquisedeque Ferreira de Aquino, autuado em flagrante por roubos de veículos.

Durante uma entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (16), no Centro do Recife, o delegado José Custódio, titular da Delegacia de Piedade, explicou como ocorreram as investigações, que resultaram na captura ocorrida na quarta-feira (14).

Segundo ele, ao encontrar o carro roubado, os agentes também localizaram alguns objetos e roupas. O veículo ficou danificado por causa de um acidente ocorrido na fuga.

O policial disse que, a partir de documentos encontrados no carro, tiveram início as buscas nos sistemas de informação da corporação. A equipe, então, identificou o suspeito e convocou parentes dele para ir até a delegacia.

O delegado disse, ainda, que essas pessoas que foram ouvidas confirmaram que a cadela pertencia ao homem preso e à mulher dele. “A própria companheira disse, com toda certeza, que aquela cadela, que tinha uma guia vermelha, era do casal”, comentou.

A cadela, chamada de Pretinha, ressaltou José Custódio, foi um dos elementos de informação que ajudaram a denunciar Melquisedeque. “Quando o filho do suspeito chegou à delegacia, a cachorrinha começou a lamber e a cheirar ele. Aí, não tive dúvidas da autoria”, afirmou o policial.

Crimes
Na coletiva, o delegado contou que Melquisedeque e um homem, que ainda está foragido, roubaram uma série de veículos este mês, nos bairros de Candeias e Jardim Piedade.

Primeiro, eles roubaram uma caminhonete Amarok e uma S-10. Entretanto, esse veículos tinham sistema antifurto e os ladrões não conseguiram levá-los.

Ainda de acordo com o delegado, a dupla partiu, então, para mais uma ação. Usando arma de fogo, os dois abordaram um motorista de uma EcoSport e levaram o carro. Na fuga, conta o policial, eles se perderam e entraram numa via sem saída, caindo em uma vala.

“Foi nesse momento em que Melquisedeque deixou os documentos e a cadela e correu para pegar um outro veículo, um Ônix”, disse Custódio.

Na captura do homem, a polícia encontrou o Ônix roubado e descobriu que ele tinha passagens anteriores pela polícia. “Ele já tinha cumprido pena por tentativa de latrocínio e havia um mandado em aberto contra ele por causa de roubo”, acrescentou.

O delegado comentou também que o homem preso confessou ter adulterado a placa desse veículo para não ser preso pela polícia. “Está aí configurada toda essa ação. Ele disse que fez uso de uma arma de fogo para inibir as vítimas mediante grave ameaça”, declarou.

Sobre o segundo envolvido, o delegado afirmou que a polícia conta a com a ajuda da população para identificá-lo e localizá-lo. “As pessoas podem entrar em contato com a delegacia pelo telefone ou ir pessoalmente”, afirmou. O telefone da delegacia de Piedade é (81) 3184.7194.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie