Carnaval do Recife terá atrações como Monobloco, Gaby Amarantos e Natiruts; veja

206

O Carnaval 2018 do Recife terá, no Polo Marco Zero, shows de artistas como Lenine, Fafá de Belém, Paralamas do Sucesso, Gaby Amarantos, Monobloco, Fundo de Quintal, Natiruts, Skank, Nando Reis, Almir Rouche, Elba Ramalho, Alceu Valença, Spok e Getúlio Cavalcanti.Os homenageados deste ano serão Nena Queiroga e Jota Michiles. (Confira a programação abaixo)

A programação e os detalhes foram divulgados em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (9), no Paço do Frevo, localizado no Bairro do Recife, na área central da capital pernambucana. Serão duas mil apresentações espalhadas em 43 polos, quatro a menos que no ano passado. Esse total de apresentações é para o período pré-carnavalesco, que começa nesta terça e segue até 8 de fevereiro. Em um segundo momento, serão divulgados os esquema de segurança, transporte, limpeza urbana e saúde para os foliões.

As grandes atrações nacionais também animarão a festa dos polos descentralizados. No dia 11, a partir das 20h, Fafá de Belém levará sua alegria para o Cordeiro. No mesmo dia, Nando Reis se apresenta na Lagoa do Araçá, às 22h20, e Luiza Possi sobe ao palco de Brasília Teimosa, às 20h. O pop do Jota Quest vai embalar o público de Campo Grande, no dia 12, também às 20h. No mesmo dia 12, Antônio Nóbrega se apresenta na Lagoa do Araçá, a partir das 20h, e Gaby Amarantos chega ao Ibura, às 22h40. O Nação Zumbi tem shows marcados nos dias 11 e 12, nos polos de Brasília Teimosa e Várzea, às 22h20 em ambos.

E para quem não aguenta esperar até soarem os primeiros clarins de Momo, a Prefeitura do Recife anunciou que o Carnaval começa nesta terça (9). A cidade irá desfrutar de uma programação quase diária de prévias carnavalescas, entre acertos de marcha, Terça Negra Especial de Carnaval, ensaios de maracatu e encontro de ternos de Caboclinho e Tribos de Índios. No total, serão 39 encontros que prometem fazer a alegria de foliões e turistas nas comunidades, no Pátio de São Pedro, Rua da Moeda, Marco Zero, Praça do Arsenal e Cais da Alfândega.

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, destacou o clima de Carnaval já vivido pelas ruas da capital. “Teremos mais um grande carnaval com mais de 40 polos na cidade e a presença de artistas pernambucanos e recifenses se apresentando. Vai ser uma grande festa. Está tudo preparado e a cidade já está em clima de Carnaval”, afirmou o prefeito. “Vamos receber muitos turistas, pois este ano teremos recordes de voos nacionais e internacionais no nosso Aeroporto”, finalizou.

A cantora Nena Queiroga se disse honrada com as homenagens. “Estou sendo ‘mulherageada’ e vou levar minhas amigas mulheres comigo para fazer muito barulho. Estou muito feliz e agradecida. Podem ter certeza que vocês vão ter um espetáculo grandioso”, falou.

Outros nomes do cenário local também já estão confirmados na festa, como Antônio Nóbrega, Antúlio Madureira, Banda de Pau e Corda, Cascabulho, Café Preto, Cibele do Cavaco, Família Salustiano, Getúlio Cavalcanti, Maestros Duda, Edson Rodrigues, Formiga, e Forró, Mundo Livre, Nação Zumbi, Orquestra Contemporânea de Olinda e César Michiles, entre outros.

Projeto gráfico
O projeto gráfico, assinado pelo arquiteto Carlos Augusto Lira, terá a linguagem visual do cartum, com assinatura de humoristas gráficos locais como Mascaro, Samuca, Ronaldo e João Lin. “Todas as ruas terão um apelo grande de fitas, por questão de custos. Teremos quatro grandes portadas nas pontes do Limoeiro e Giratória, na rua Marquês de Olinda e avenida Rio Branco”, afirmou Carlos Augusto. Cada portada homenageará um ritmo: frevo, maracatu, caboclinhos e afoxé. Os foliões poderão ganhar caricaturas assinadas pelos artistas na iniciativa “De Cara na Folia”.

Encerramento
O tradicional encerramento da festa, no dia 13 de fevereiro, será comandando pelo “orquestrão” composto por Maestro Forró, Almir Rouche, Elba Ramalho e Alceu Valença. O investimento em todo o ciclo carnavalesco é de R$ 26 milhões, dos quais R$ 7 milhões são de recursos captados junto à iniciativa privada.

Redução no número de polos
Em relação à diminuição da quantidade de polos, o diretor-presidente da Fundação da Cultura do Recife, Diego Rocha, esclarece que foi motivada por causa de uma queda no total de investimentos. “Estamos investindo um pouco a menos que no ano passado. Tínhamos em 2017 um total de R$ 27 milhões e este ano são R$ 26 milhões, dos quais R$ 19 milhões são da prefeitura e o restante da iniciativa privada. Conseguimos manter o total dos patrocinadores, mas tivemos que diminuir o número de polos. São polos espalhados em toda a cidade e temos artistas para dar conta de todos”, explicou. Do total de polos, 19 são descentralizados.

Polos infantis

A festa terá cinco polos infantis: nos parques Dona Lindu, Santana, da Macaxeira e Jaqueira, com apresentações nos dias 12 e 13, das 15h às 20h; e no Paço Alfândega, de 11 a 13, das 15h às 20h.

Confira a programação do Polo Marco Zero:
Sexta-feira (9)
Frevo Mundo
Nena Queiroga
Jota Michiles
Spok Frevo Orquestra
André Rio

Sábado (10)
Marron Brasileiro
Fafá de Belém
Lenine
Paralamas
Gaby Amarantos

Domingo (11)
Gerlane Lops
Jorge Ribas + Nego Thor + Belo Xis + Gracinha do Samba + Adriana B
Fundo de Quintal
Casuarina
Monobloco

Segunda-feira (12)
Silvério Pessoa convida Tibério Azul+Romero Ferro+Almério+Flaira Ferro+Ylana
Devotos
Natiruts
Skank
Nando Reis

Terça-feira (13)
Maestro Forró
Almir Rouche
Elba Ramalho
Alceu Valença
Orquestrão

Deixe seu Comentário!

Anuncie