Chuvas garantem boa colheita de milho no interior de Pernambuco

185
Foto: (Reprodução/TV Jornal Interior)

Os agricultores da zona rural de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, estão satisfeitos com as chuvas do ano, que já permitem uma boa colheita de vários alimentos. Em Riacho Doce, que fica no 2º Distrito Rural da cidade, choveu 70% do esperado para o ano. Com o inverno antecipado, as plantações de feijão, jerimum e milho verde foram beneficiadas.

“Precisamente a coisa importante agora é a distribuição dessa chuva. Toda semana está precipitando, todo mês está tendo precipitações, o balanço hídrico é importante para a região. É um ano de lucro e de fartura na região”, avaliou o supervisor geral do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Anízio Júnior.

Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) estima que as chuvas devem continuar em junho e em julho. “Está com muitos anos que a gente via um inverno como esse, excelente”, comemorou o agricultor Antonino da Silva.

A notícia ruim é que como as festas de São João foram canceladas devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), o milho verde, que dava lucro aos agricultores nesta época do ano, terá diminuição da demanda.

De acordo com o presidente da Associação do Riacho Doce, Jair Henrique, sem as festas juninas, boa parte do milho será destinada ao consumo interno e para a alimentação dos animais. “Para vender o milho verde vai ficar mais difícil devido à diminuição das feiras e da procura. Não vai ter festa também para o pessoal se animar e comer o milho assado nas fogueiras”, lamentou.