Em negociações avançadas com o Flamengo, Everton Felipe reapareceu no gramado do centro de treinamento do Sport, nesta quarta-feira. Mas não treinou com todo o grupo. Fez um trabalho à parte com o zagueiro Durval, que se recupera de lesão na panturrilha esquerda, e o volante Nonoca. A saída foi tomada para que o jogador não sofra lesão nesta reta final de tratativas. O negócio com clube carioca é cada vez mais real. Pela primeira vez, o técnico Claudinei Oliveira falou sobre a perda da peça.

Claudinei disse que sabia que Everton Felipe fatalmente seria usado pelo Sport como uma maneira de conseguir dinheiro, mais cedo ou mais tarde. Aos 21 anos, o jogador está sendo negociado com o Flamengo por R$ 6 milhões, pagos de maneira parcelada. Os cariocas devem ficar com 50% dos direitos.

Eu sabia que ele tinha mercado. É um jogador que atuou com a gente em alguns jogos, vinha se dedicando muito nos treinamentos, ele tem qualidade. E eu sabia que era um dos jogadores que o Sport podia arrecadar dinheiro para pagar as coisas. Estamos felizes porque ele vai para um time da mesma divisão do Sport, não é de uma divisão inferior. Não sei se concretizou, mas desejo muita sorte porque ele é um bom menino. Se ele for, desejo o sucesso porque ele merece.

Necessidade de reposição

Claudinei Oliveira não escondeu que o clube precisa de reposição. Até agora, o Leão não conseguiu trazer um novo volante para preencher a lacuna deixada por Anselmo, que foi para o Al-Wheda, da Arábia Saudita. Além disso, é sabido que o clube busca um meia e um atacante. Outra peça perdida foi Henríquez, que rescindiu com o Leão para acertar com o Vasco.

Apenas o lateral-esquerdo Jean, que estava disputando a Série D no Tubarão-SC, chegou durante o período de parada ocasionado pela Copa do Mundo. A tarefa de trazer mais jogadores não é fácil por conta das dificuldades financeiras atravessadas pelo clube. Por isso, na visão de Claudinei, o Leão tem de ser cirúrgico nas contratações porque a margem de erro é menor.

– Temos de repor. Estamos tentando, buscando. A nossa dificuldade maior é porque não podemos contratar dez para acertar em dois. Não temos margem de erro. Vimos alguns clubes contratando, mas não podemos errar até para não prejudicar a situação financeira do clube. Eu não posso ficar pedindo contratação por contratar. Eu tenho de ser parceiro do clube, contratar pontualmente, errando o mínimo possível. Por isso que estamos demorando para contratar. É muito ruim para o Sport uma contratação errada. Temos de ter mais cautela, mas temos de buscar. Porém, sem desespero porque eu confio em quem está aqui.

Deixe seu Comentário!