Com volta às aulas, CTTU aposta em nova sinalização para reduzir transtornos

65

Cerca de 250 mil veículos retornaram às ruas do Recife na manhã desta quarta-feira com a volta às aulas da rede particular de ensino. De acordo com a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), a frota circulando nas vias da Capital nos horários de pico chega a aproximadamente um milhão de automóveis. Para minimizar a já tradicional retenção provocada pelo retorno das aulas, a CTTU começou a instalação de nova sinalização nas vias do entorno de instituições de ensino.

O projeto prevê a requalificação das faixas de pedestres e de rolamento e a implantação de sinalização vertical para regulamentar vagas especiais de embarque e desembarque para o transporte escolar. Placas para combater a prática de fila dupla e estacionamento irregular também serão colocadas ao longo das vias.

A medida vale para os dias letivos (segunda a sexta) das 6h às 18h e tem como objetivo evitar a retenção do fluxo de veículos nos horários de entrada e saída das aulas, melhorando a mobilidade. No total, serão contempladas 50 escolas, das quais 30 receberão vagas especiais para embarque e desembarque dos estudantes. “Essa iniciativa é muito bacana, mas é preciso que ela se propague e atinja outros pontos da cidade, porque esta é realidade de todo o Recife”, opinou a funcionária pública Ana Cristina.

Vinte e oito escolas já tiveram os serviços finalizados, a exemplo do Colégio Agnes, Colégio Santa Emília e Colégio Equipe, cinco estão em execução e as demais serão sinalizadas até o fim do mês de agosto.

Volta ao congestionamento
A Operação Volta às Aulas, da CTTU, conta com com 80 agentes e orientadores de trânsito realizando o monitoramento e a fiscalização de vias no entorno das instituições de ensino da cidade, além de atividades lúdicas nos colégios da cidade.

Com retenções e tráfego intenso, muitos pais optaram por continuar o trajeto até a escola dos filhos caminhando, para garantir a pontualidade. “Moro no Rosarinho e sempre venho de carro mas, como início do período de aulas é complicado, estacionei em um clube próximo para seguir o resto do caminho a pé”, afirmou a professora Renata Andrade.

Tente deixar o carro em casa
Como alternativa para aliviar o tráfego nos corredores de acesso das escolas, pais aconselham os que moram perto das escolas que, se possível, deixem o carro em casa. “Quem mora perto pode tentar se organizar para trazer o filho a pé”. sugeriu o servidor público André Nogueira.

Deixe seu Comentário!

Anuncie