Compesa suspende abastecimento de cidades que recebem água de Jucazinho

77

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) suspendeu a operação do Sistema Jucazinho para instalar equipamentos para captação de água do volume morto da Barragem de Jucazinho, em Surubim, no agreste do estado. A operação foi suspensa durante a tarde do último sábado (12).


De acordo com a Compesa, a medida é uma consequência da falta de chuvas no último inverno na Bacia do Rio Capibaribe. A barragem abastece 15 cidades do agreste. Com paralisação, 11 cidades tiveram o abastecimento suspenso: Riacho das Almas, Cumaru, Passira, Salgadinho, Casinhas, Surubim, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho, Vertentes e Toritama.


Quando um manancial chega ao volume morto, não é mais possível bombear água e levá-la para a estação de tratamento. Nesse caso, para poder aproveitar a água, é necessário instalar uma captação flutuante.

Prazo

A Compesa afirma que ainda não é possível determinar o prazo para conclusão das atividades e retorno do abastecimento para as cidades afetadas.

A Barragem de Jucazinho tem capacidade de armazenamento de 204 milhões de metros cúbicos de água. O volume atual é de 3,8 milhões de metros cúbicos.


Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie