Em 2021, mais precisamente em junho, a estimativa é que a conta de água dos pernambucanos fique ainda mais cara, devido ao custo R$ 0,73 centavos por metro cúbico em relação ao líquido que vem da transposição do Rio Francisco. Tal taxação foi fixada pelo Governo Federal, mas ainda está sendo negociada pelo Governo do Estado.

De acordo com o cálculo da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos, caso permaneça no preço atual, a conta de água de todos os pernambucanos terá um impacto de 2% somente para pagar a água da transposição.

Último aumento

O último aumento em relação a conta da Compesa ocorreu, em julho do ano passado, correspondendo a 6,72%. EM 2020, não houve aumento por causa da pandemia. Até meados deste ano, a cobrança ficaria em cerca de R$ 0,60 pelo metro cúbico, e a cobrança ocorreria a partir de janeiro de 2021.

O preço ficou maior porque a energia elétrica está mais cara.