Dupla é presa após roubar 582 botijões de gás no PI e esconder carga no PE e BA

102

Uma ação conjunta da Polícia Militar do Piauí em parceria com militares de Pernambuco e da Bahia prendeu na noite de quinta-feira (7) uma dupla suspeita de roubo de carga. Segundo comandante do 20º Batalhão da PM em Paulistana, major Felipe, os dois presos faziam parte da quadrilha que roubou 582 botijões de gás que pertenciam a um comerciante de Itainópolis, região Sul do estado.

O crime aconteceu na quarta-feira (6) e os suspeitos esconderam a carga em cidades Petrolina e Juazeiro , localizadas nos estados vizinhos. “O caminhão carregado foi interceptado na localidade de Maria Preta, de lá eles fugiram com os 582 botijões para cidades de Pernambuco e Bahia.

Com ajuda da Polícia Militar de Petrolina conseguimos encontrar a dupla que teria participado do assalto. Eles estariam usando documentos falsos e estavam rodando na cidade com veículo usado no roubo no Piauí. Montamos uma barreira e conseguimos prendê-los”, contou o major Felipe.

Após a prisão, policiais militares de Pernambuco e do Piauí foram até a residência do suspeito, onde foram localizados dois botijões de gás, como também foi encontrado na bolsa de um deles um revólver calibre.38, contendo cinco munições, e mais quatro envolvidas numa meia, todas intactas.

Foi encontrada ainda com os suspeitos, a quantia de R$ 6.050. Logo depois, conforme o comandante, os envolvidos confessaram ter participado de pelo menos mais dois assaltos a caminhões, um na cidade de Parnamirim, um no estado da Bahia.

Os dois suspeitos informaram os locais onde a carga roubada no Piauí tinha sido guardada. Eles relataram que os botijões de gás estavam escondidos em um galpão próximo ao posto Asa Branca em Petrolina e outra parte numa chácara no bairro Malhada da Areia na cidade de Juazeiro, na Bahia.

“No galpão encontramos 136 botijões. Em seguida, foi localizado na cidade de Juazeiro com apoio da Polícia Militar da Bahia e do SOINT/CEPAC/PMBA e PETO 76, a propriedade onde estavam mais de 440 botijões. Os suspeitos bem como todo o material apreendido foram conduzidos ao plantão da Polícia Civil em Petrolina para providências de praxe”, revelou o comandante.

Segundo a polícia, um dos suspeitos é natural de Osasco em São Paulo e outro de Fortaleza no Ceará. “Ao ser feita abordagem, verificou-se ainda que um dos acusados estava portando um documento de identidade falsificado e que possuía em seu desfavor um mandado de prisão. Um deles praticou um homicídio, estaria cumprindo a pena em regime semiaberto, mas infringiu as normas e teve a mandado de prisão expedido novamente, só que deveria cumpriu a pena em regime fechado”, finalizou.

Deixe seu Comentário!