Estudante pernambucana morta na Nicarágua será enterrada sexta na RMR

67

O corpo da estudante pernambucana Raynéia Gabrielle Lima, 31 anos, morta no último dia 23 de julho em Manágua, capital da Nicarágua, chegará ao Recife nesta sexta (3). De acordo com o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, o voo que irá trazer o corpo sairá da Nicarágua às 11h30 dessa quinta (2), chegará ao Panamá e sairá do Panamá às 18h15 com destino à capital pernambucana, onde aterrissará à 0h35 da sexta.

Representantes diplomáticos, do Governo do Estado e familiares estarão no Aeroporto Internacional dos Guararapes, na Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, para receber o corpo. A mãe da estudante, Maria José, será trazida na quinta-feira de Garanhuns, onde mora, no Agreste. O sepultamento será às 11h no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), onde também acontecerá o velório.

Ainda segundo Pedro Eurico, no final da manhã desta terça (31), foi fechado o contrato de câmbio entre o Governo de Pernambuco e a funerária da Nicarágua. As despesas totais foram de R$ 16.112,04. “O Itamaraty não honrou com seu compromisso de negociar e custear o traslado, eles não tinham esse recurso”, disse o secretário.

O secretário reforçou que o Governo de Pernambuco irá entrar com uma representação na Corte Interamericana de Direitos Humanos solicitando a apuração da causa mortis de Raynéia Gabrielle. “O Governo da Nicarágua apresentou um suspeito, mas isso não nos satisfaz. Não foi um caso isolado, como querem passar. Esse suspeito tem participação de grupos políticos e servia as forças do atual governo”, disse. Ainda segundo ele, o Governo entrou em contato com a embaixadora subsecretária do Ministério das Relações Exteriores, Maria Dulce Barros, mas não houve retorno até o momento.

Deixe seu Comentário!