Ex-funcionário de padaria no Cordeiro é preso por servir de informante para presidiário

123

O ex-funcionário de uma padaria foi preso após repassar informações privilegiadas sobre o funcionamento do estabelecimento comercial a um detento, que acionou duas duplas para assaltar o comércio. Os integrantes das duas duplas não se conheciam e decidiram roubar o estabelecimento no mesmo horário e dia – no último 24 de fevereiro.

Pedro Paulo do Carmo de Oliveira foi identificado pela Polícia Civil de Pernambuco como o homem que facilitou a informação. O delegado responsável pelo caso, Carlos Couto, explicou como a polícia chegou até ele. “Em meio a confusão, no conforto das duplas, três aparelhos de telefone caíram no chão, dois eram dos bandidos e outro de um cliente. Dado momento um dos telefones toca e alguém pergunta se tinha dado tudo certo [era o Pedro Paulo], conseguimos deter ele em um bar na BR-101″.

Segundo informações da Polícia Civil, um presidiário conhecido como Alexandre também está envolvido no caso. Ele repassou para uma das duplas informações do acumulado do caixa, de quem era os donos e funcionários da padaria. O delegado informou que as investigações continuam com diligencia para identificar não só a primeira pessoa que se chama Renato conhecido como galego ou pescador, a segunda dupla [Tiago e Geraldo] e o presidiário que serviu de elo para o assalto.

Entenda o caso
No dia 24 de fevereiro, a primeira dupla [Renato da Silva dos Anjos e Galego] chega por volta das 16h na padaria. Eles trancam o estabelecimento para subtrair pertences de funcionários e levam R$ 12 mil que estava no caixa. O problema é que quando estavam encerrando a ação a segunda dupla [Thiago de Souza Accioly e José Geraldo Cordeiro] chega ao local e há o confronto no interior da padaria e posteriormente na parte externa.

Boa parte do valor roubado foi recuperado pelo Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoas, DHPP.

Thiago de Souza Accioly e José Geraldo Cordeiro da Silva respondem neste caso por roubo tentado a padaria. Os dois estavam sendo monitorados de forma eletrônica e se aproveitaram da saída temporada da unidade prisional para fazer esse assalto.”José Geraldo e Thiago respondem a vários processos, são velhos conhecidos da policia, roubo, tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa”, afirmou em coletiva o delegado Carlos Couto.
Os quatro suspeitos fugiram do local no momento do assalto, sendo apenas Renato da Silva dos Anjos capturado pela Polícia. Renato e Pedro Paulo foram autuados em flagrante delito por roubo majorado pelo concurso de pessoas.

Em audiência de custódia no Tribunal de Justiça o ex-funcionário da padaria foi liberado e passou a chantagear os proprietários da padaria, mandando inclusive fotos simulando como se estivesse morto. “Houve uma nítida intenção de intimidar a vítima para não prestar nenhum depoimento contra ele”, explica Couto.

Deixe seu Comentário!

Anuncie