Foragida da Justiça é presa por tentativa de envenenamento para ocultar desvio de dinheiro

172

Uma mulher foi presa, em Olinda, no Grande Recife, por tentar envenenar o presidente de uma entidade na qual trabalhava como tesoureira para encobrir o desvio de dinheiro. Segundo a Polícia Civil, Fábia Borges do Nascimento, de 45 anos, estava foragida da Justiça desde que foi condenada, em 2014, pelos crimes ocorridos em 2007.

Ainda segundo a polícia, Fábia usou um veneno popularmente conhecido como “chumbinho” para tentar matar o então presidente da Associação dos Servidores do Serviço Nacional da Indústria (Senai), Sebastião Cristo de Oliveira.

“Ela foi acusada pela vítima de desviar R$ 85 mil e, para não ser descoberta, colocou o veneno na bebida do homem, que quase morreu”, afirmou o delegado Paulo Furtado.

Em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (14), no Recife, o policial explicou como ocorreu a prisão de Fábia, no domingo (10), em Casa Caiada. A mulher, que estava escondida em um flat, foi presa por causa de um mandado expedido pela Justiça.

O delegado disse, ainda, que Fábia estava foragida desde a sentença, que a condenou por tentativa de homicídio qualificado e por tentativa de ocultação do desvio do dinheiro da associação.

“Recebemos a informação de que ela tinha esse flat, mas aparecia lá esporadicamente. Sempre chegava, pegava a chave na portaria e ficava no quarto do apartamento, sem dar muita satisfação”, afirmou.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie