Grupo de mulheres protesta no Recife contra PEC que criminaliza todos os casos de aborto

109

Um grupo de mulheres protestou, no início da noite desta segunda-feira (13), no cruzamento entre a Avenida Conde da Boa Vista e a Rua Sete de Setembro, no bairro da Boa Vista, no Centro do Recife. A manifestação, que conta com integrantes do Fórum de Mulheres de Pernambuco, é contrária à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 181, que pretende criminalizar o aborto em todos os casos no Brasil, inclusive após estupros.

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) recebeu um chamado para o local da manifestação por volta das 18h20. Agentes e orientadores do órgão foram para o local do ato para auxiliar os motoristas que trafegam pela área. Ainda segundo o órgão, o protesto foi encerrado às 19h10. A CTTU não informa o número de participantes de manifestações.

No protesto, as integrantes do ato seguraram faixas e cartazes com frases como “nenhuma mulher deve ser presa por abortar”. Na página do evento nas redes sociais, o Fórum de Mulheres de Pernambuco assina um texto em que a PEC é chamada de “Cavalo de Troia” e tratada como uma ação da bancada fundamentalista no Congresso.

Entenda a PEC 181

Aprovada pela Comissão Especial da Câmara dos Deputados no dia 8 de novembro de 2017, por 18 votos a 1, o texto-base da proposta que inclui na Constituição a garantia do direito à vida “desde à concepção” proíbe, na prática, qualquer forma de aborto, incluindo as previstas atualmente na legislação.

No dia 21 de novembro, os deputados analisam sete destaques que podem alterar o conteúdo da proposta. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), escreveu em uma rede social, na sexta-feira (10), que a proibição de aborto em casos de estupro “não vai passar” na Casa.

Deixe seu Comentário!

Anuncie