Grupo é feito refém e torturado por criminosos em praia de Igarassu

64

Um grupo com 21 pessoas, sendo 11 adultos e 10 crianças, passou por momentos de terror na praia de Mangue Seco, município de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife (RMR), no fim de semana. De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), por volta das 4 horas do último sábado (08), o grupo, que estava acampado no local desde a quinta-feira (6), foi abordado por cerca de quatro criminosos que tinham uma arma de fogo, facões e um machado. Eles utilizaram essas armas tanto para intimidar as vítimas a darem seus pertences quanto para feri-las.

Foram levados R$ 100, cinco celulares e um aparelho de som foi quebrado pelos assaltantes. Segundo o relato das vítimas, os suspeitos estavam muito agressivos e aparentavam estar sob efeitos de drogas.

Eles faziam diversas ameaças cobrando que mais objetos de valor fossem entregues. Por não ter mais nada para entregar, as vítimas foram torturadas e cinco ficaram feridas. Quatro adultos, três homens e uma mulher, além de um adolescente de 15 anos, tiveram cortes em diversas partes do corpo. Um dos criminosos ainda tentou disparar a arma de fogo contras as vítimas, mas ela falhou.

Todas as vítimas foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruz de Rebouças, em Igarassu, para receber os primeiros socorros. Na UPA, contaram à equipe da Força-Tarefa de Homicídios que há oito anos realizam acampamentos na praia de Mangue Seco. Uma equipe da PM esteve no local para levantar mais informações com o objetivo de localizar os suspeitos. As investigações estão sendo conduzidas pela Delegacia de Igarassu.

Deixe seu Comentário!