Incêndio atinge prédios de oncologia adulto e pediátrico de hospital no Centro do Recife

30

Um princípio de incêndio atingiu os prédios do Centro de Oncologia Adulto e Pediátrico do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, no bairro de Santo Amaro, no Centro do Recife, na manhã desta sexta (22). O Corpo de Bombeiros foi acionado às 7h21 e enviou quatro viaturas, uma ambulância e uma equipe de moto resgate. O fogo foi controlado às 8h45.

Durante a ocorrência, a fumaça se espalhou pelos corredores dos dois prédios de oncologia do hospital. As nove crianças e 35 adultos, pacientes do setor, foram retirados do local. A ocorrência não deixou vítimas e não houve piora no quadro clínico de nenhum dos internados no hospital, de acordo com a unidade de saúde.

A causa do incêndio é investigada, mas a suspeita é de que o problema tenha sido ocasionado por um curto-circuito no quadro de energia que alimenta as unidades de saúde.

“Houve uma sobrecarga no transformador da rede pública externa, que alimenta o hospital. Com essa sobrecarga, o quadro não suportou e houve um incêndio”, explica o superintendente do complexo hospitalar do Oswaldo Cruz, Gustavo Trindade.

Para que o fogo fosse controlado, foi necessário desligar a energia do hospital. Por volta das 9h, os bombeiros fizeram o trabalho de rescaldo no incêndio e iniciaram a avaliação de danos materiais.

O funcionamento elétrico foi restabelecido aos poucos, mas o atendimento no setor de oncologia e os serviços de exame de imagem e cirurgia estão suspensos.

A previsão é de que os exames e cirurgias voltem na segunda (25), mas o hospital vai avaliar se é necessário transferir os pacientes oncológicos antes da retomada do atendimento. “Queremos retomar o atendimento o mais rápido possível”, diz Trindade.

Por meio de nota, a Universidade de Pernambuco (UPE), que administra o Hospital Universitário Oswaldo Cruz, informou que “os 44 pacientes internados, entre adultos e crianças, foram transferidos com segurança para outros pavilhões da unidade onde serão assistidos”. Ainda no texto, a UPE afirmou que “o serviço ambulatorial e quimioterápico será normalizado assim que o dano causado for sanado”.

Outro incêndio
Em setembro de 2018, um ar-condicionado pegou fogo no Hospital Getúlio Vargas, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. A ocorrência foi registrada no terceiro andar da unidade de saúde e não deixou vítimas.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie