Madrugada de terror e agências arrombadas em Santa Cruz do Capibaribe

46

As agências bancárias da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil foram atacadas por bandidos fortemente armados na madrugada desta quinta-feira (12) em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco. O grupo formado por cerca de 25 criminosos ainda ateou fogo em um carro em frente à entrada do 24º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e disparou tiros contra o quartel. Ainda não há informações sobre presos, feridos e valores roubados das agências.

A investida começou por volta de 1h50 e assustou os moradores da cidade, que relataram barulhos de tiros durante a madrugada. Os criminosos estavam em caminhonetes e fugiram em sentido a Taquaritinga do Norte, também no Agreste, e Paraíba e colocaram grampos na estrada para dificultar a perseguição policial.

Na fuga, o grupo ateou fogo em mais um carro. A Polícia Federal foi acionada para conduzir as investigações.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade, Bruno Bezerra, relata o clima na cidade após a madrugada de terror. “O clima está bastante tenso. Quem conseguiu dormir acorda assustado e muitos não conseguiram nem dormir. Foi um tiroteio muito forte, muito intenso e muito longo. Não estamos acostumados com esse tipo de violência, parecia coisa do Rio de Janeiro”, disse.

A investida contra as agências bancárias deve dificultar a rotina do comércio nos próximos dias, mas, segundo Bruno, os comerciantes precisam reagir. “O comércio precisa reagir, apesar de ser muito afetado por causa das duas agências que foram atacadas. Não podemos baixar a cabeça”, falou Bezerra, que redigirá, junto a outros representantes da cidade, um novo documento solicitando medidas de segurança.

De acordo com o Sindicato dos Bancários de Pernambuco, com estas investidas em Santa Cruz do Capibaribe, a estatística de ações criminosas contra bancos no Estado chegou a 46 ocorrências em 2018. São até o momento 21 explosões, seis assaltos, 16 arrombamentos, um sequestro, uma invasão e um caso de estelionato.