Mão de zelador decepada em assalto é reimplantada

885

O zelador de prédio Valdecir Pereira, de 53 anos, teve a mão reimplantada com sucesso após ser vítima de uma tentativa de assalto, nesta sexta (27), no bairro Porto da Madeira, na Zona Norte do Recife. O procedimento cirúrgico, que durou cerca de seis horas, aconteceu no SOS Mão, situado na Ilha do Leite, área central da capital pernambucana.

Segundo a médica ortopedista Ana Lécia, que participou da cirurgia de reimplante, o paciente ainda não tem previsão de receber alta médica, e a recuperação total da mão deve durar cerca de seis meses.

“O procedimento é longo. Era difícil prever se tudo iria ocorrer bem, mas deu tudo certo. Agora, o paciente está estável e vai ficar sob observação e tem riscos de infecção e trombose. A reabilitação terá duração de cerca de seis meses”, adianta a doutora.

Relembre o caso
Valdeci se dirigia ao local onde trabalha quando foi abordado por dois homens. Ele teria reagido à abordagem criminosa, se recusando a entregar sua bicicleta e acabou sendo atingido com um golpe de faca.

O síndico, Thyago Amorim, e o porteiro, Irã da Silva, acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que levou o homem ao Hospital Getúlio Vargas, na Zona Oeste do Recife. O síndico conseguiu localizar a mão de Valdeci, que estava em um matagal da comunidade. “Fizemos buscas que duraram cerca de 20 minutos e localizamos a mão. Coloquei dentro de um saco plástico com gelo e a polícia levou a mão para o hospital”, relata Thyago.