Menina de 7 anos fica ferida durante protestos por moradia no Cabo

98

Durante os protestos por moradia na manhã desta quarta-feira (8), uma menina de 7 anos se machucou e precisou receber atendimento médico no Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife. De acordo com nota da Polícia Militar, a menina caiu e um parente caiu sobre ela em um confronto quando manifestantes tentaram derrubar as grades da prefeitura do Município.

A PM diz que o policiamento atuou para prevenir dano ao patrimônio publico. “Pedras foram arremessadas contra o efetivo, que por sua vez utilizou gás de pimenta conter o grupo. Na correria, uma senhora de 48 anos e sua sobrinha de 7 anos foram derrubadas por outros manifestantes. Ambas foram socorridas por populares, que recusaram a oferta de ajuda pelas viaturas da PMPE, e levadas para a UPA da Cohab. Ambas reclamavam apenas de mal estar por conta dos efeitos do gás”, explicava a nota.

Ainda de acordo com a PM, o laudo médico da unidade de saúde informa que a criança foi recebida na unidade com queixa de dor torácica provocada pela queda da parente por cima dela. Segundo o documento, ela estava, cerca de 30 minutos após a confusão no protesto, em bom estado geral, consciente, orientada e sem alterações ao exame físico geral. Por segurança, foi recomendado que ela permanecesse em observação na unidade por seis horas – a reportagem entrou em contato com a unidade de saúde para saber o estado de saúde da menina, mas não obteve resposta.

Protesto por moradias no Recife

Protesto por moradias no Recife