Método de prevenção contra o HIV chega ao Hospital Oswaldo Cruz

108

O método de prevenção contra o vírus HIV, Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) está disponível no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC). O PrEP será destinado para as pessoas consideradas mais vulneráveis, como pessoas trans, gays, casais sorodiscordantes e trabalhadores do sexo. O método de prevenção chega a Pernambuco com 3 meses de atraso, visto que o Ministério da Saúde informou que chegaria em dezembro do ano passado.

A PrEP combina os medicamentos tenofovir e entricitabina, que juntos bloqueiam alguns meios que o vírus tem para infectar o organismo. Para que seja possível a intervenção, é necessário o uso diário da profilaxia. O efeito funciona após 7 dias de uso para relação anal e 20 dias de uso para relação vaginal.

A médica infectologista do hospital, Polyana Monteiro, afirma que existe formas eficazes na prevenção da contaminação do vírus, como preservativos e gel lubricante, uso de antirretrovirais após exposição de risco e redução de danos para usuários de drogas injetáveis.

Ela explica que o PrEP é realizado pelo uso de antirretrovirais diariamente por pessoas que não são infectadas pelo vírus, mas são vulneráveis. Polyana ressalta também que a profilaxia deve ser utilizada de forma combinada, sem excluir ou substituir as outras opções de prevenção.

Segundo a gerente do Programa Estadual de IST/Aids da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Camila Dantas, todos os municípios recebem preservativos masculinos e femininos e gel lubrificante para serem distribuídos para a população. Sobre o atraso do medicamento, o DE OLHO EM PERNAMBUCO aguarda um posicionamento da SES.

A marcação para a medicação deve ser feita presencialmente de segunda a quinta, no ambulatório de infectologia do Hospital Oswaldo Cruz. E a distribuição do PrEP é gratuita, e é realizada na farmácia ambulatorial do hospital de segunda a sexta, das 8h às 16h. Mais informações: (81) 3184.1344