No Recife: Mulher tem carro assaltado e vive momentos de tensão, confira!

110

Uma mãe viveu momentos de desespero ao sofrer um assalto ao entrar no carro, com a filha no banco de trás, no bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. A ação criminosa ocorreu na porta de uma escola particular na Rua Antônio Carlos Zazar. A mãe havia acabado de buscar a criança e a colocado na cadeira de segurança do veículo, quando foi abordada por dois homens.

O assalto aconteceu na quinta-feira (23). As imagens foram enviadas para o WhatsApp da TV Globo nesta quarta-feira (29). No vídeo, é possível ver a mãe pegando a criança na escola e a colocando dentro do carro. Ela ainda conversa rápido com alguém dentro da unidade de ensino e entra no veículo.

Nesse momento, dois homens passam pelo local. Eles olham para o carro e voltam. O roubo ocorre quando a mãe da menina já estava quase saindo com o veículo. Um deles entra pelo lado do passageiro enquanto o outro arranca a mulher de dentro do carro. Já do lado de fora, ela abre a porta de trás e tira a filha da cadeira de segurança. A dupla acelera o veículo logo em seguida. Toda ação criminosa durou menos de 40 segundos.

Bandidos já estavam dentro do carro quando mãe tenta tirar criança do veículo (Foto: Reprodução/TV Globo)

Bandidos já estavam dentro do carro quando mãe tenta tirar criança do veículo (Foto: Reprodução/TV Globo)

No local, comerciantes e moradores reclamam da falta de segurança no bairro. Assustados, eles contam que investidas como essa se tornaram frequentes no local. João Henrique Filho mora na localidade há 11 anos. Ele diz que a violência o está obrigando a vender a casa e se mudar para um apartamento.

“A insegurança é total de uns cinco anos para cá. Não temos mais condição de abrir a porta de casa e ficar conversando na rua como fazíamos antigamente. O bairro é bom, tranquilo, mas se tornou perigoso”, lamenta.

Mãe vive momentos de tensão ao ter carro assaltado com filha dentro no Grande Recife

Mãe vive momentos de tensão ao ter carro assaltado com filha dentro no Grande Recife

Para tentar minimizar furtos e assaltos, a escola particular, onde ocorreu a ação na porta, instalou câmeras e cerca elétrica. Ela ainda contratou um segurança. “O que a gente pode fazer dentro da escola a gente faz, mas não temos como assegurar os pais que estão passando na rua para deixar e buscar seus filhos. Temos crianças pequenas que precisam ser colocadas em cadeiras de segurança e esse tempo é suficiente para os ladrões agirem”, diz Andreia Izida, diretora da unidade.

Já o comerciante Nelson Bezerra acredita que a quantidade de ações criminosas vem crescendo no bairro devido a falta de policiamento. “O índice de assalto é muito grande nessas redondezas. A maioria dos assaltos é a mão armada e acontecendo o dia todo, mas raramente vendo uma ronda policial”.

Resposta

O tenente coronel André Ângelo, do 6º Batalão da Polícia Militar, alegou que três viaturas fazem o patrulhamento da área. Entretanto, em cerca de quatro horas em que a equipe de reportagem do NETV 1ª Edição esteve no local, nenhum carro da PM foi visto realizando a ronda.

“Vamos reforçar o policiamento. Nós temos GPS e as viaturas são acompanhadas por GPS. Então, elas estão aqui na área, mas não são onipresentes”, afirmou.

Deixe seu Comentário!