Multidão acompanha enterro de jovem atacado por tubarão

88

Foi sob muitos aplausos e músicas de capoeira que José Ernesto Ferreira da Silva, de 18 anos, atacado por um tubarão no último domingo (3), foi sepultado na tarde desta terça-feira (5). Centenas de pessoas acompanharam o enterro do banhista, que aconteceu no Cemitério da Saudade, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife.

Amigos e familiares de José Ernesto estavam muito emocionados. O corpo do jovem chegou ao cemitério acompanhado por muitos companheiros de capoeira, que fizeram diversas homenagens a ele. A mãe, Elisângela dos Anjos, afirmava a todo momento que José Ernesto, mais conhecido como Netinho, era um rapaz muito alegre. “Queria meu filho vivo, a felicidade dele era a capoeira, ele não merecia isso”, disse.

Ele é o quarto filho de uma família de cinco e estava no nono ano do fundamental. Segundo familiares, ele iria entrar na Aeronáutica. “Netinho era muito querido, um menino arteiro. Ele estava muito ansioso pela chegada do meu filho”, declarou Karina Gomes, de 20 anos, prima do rapaz e que está grávida de 9 meses.