‘Não saber o motivo vai matando assim, aos poucos’, diz parente de vítimas de deslizamento com sete mortos no Recife

44

“Morrendo um pouquinho a cada dia”. Foi assim que a pensionista Alexsandra de França resumiu o sentimento de, um mês depois, não saber o que causou o deslizamento de barreira que vitimou parte da família dela na véspera de natal, no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife. A tragédia matou sete pessoas e deixou outras três feridas (veja vídeo acima).

“Meu filho morreu de uma vez. Não saber o motivo vai matando assim, aos poucos. A gente queria muito saber o motivo, porque aconteceu isso com meu filho, minha nora e meu netinho”, disse Alexsandra.
A pensionista era mãe de Emanuel Henrique de França, que morreu com a esposa, Érica Virgínia, e o filho, Érick, de 2 meses. A casa em que está morando fica em frente ao local da tragédia. Cinco das vítimas eram da mesma família e duas eram amigas, que passariam o natal com eles.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie