Natal comunitário tem direito a Papai Noel, trenó e renas no Recife

158

Há 40 anos, um morador do bairro de Cajueiro, na Zona Norte do Recife, dedica-se a deixar o Natal das crianças mais alegre. Everaldo Albuquerque, hoje com 70 anos e aposentado, veste-se de Papai Noel e distribui presentes e doces em vários bairros e comunidades da região com ajuda de outros moradores. A performance tem direito até a trenó puxado por renas, tudo com o objetivo de tornar o encanto gerado pela atividade voluntária ainda mais real.

O veículo do Papai Noel é feito de madeira, fruto do trabalho do próprio Everaldo. Foi construído em cima de um carro adaptado. É apenas um dos itens da programação feita no bairro, que conta com ruas enfeitadas pelos próprios moradores.

Este sábado (23), antevéspera de Natal, será o grande dia da ação, que vai passar por Arruda, Bomba do Hemetério, Água Fria, Campo Grande, Campina do Barreto, Fundão e terminar em Cajueiro. Nesses lugares, vai distribuir um total de 150 quilos de doces e cinco mil brindes.

“Faço isso há muitos anos e sempre digo que não tem dinheiro que pague o que eu vejo nos olhos de uma criança quando recebe um presente”, revela Everaldo, que mora em Cajueiro desde pequeno e herdou da mãe a disposição para desenvolver ações voluntárias no bairro. Alice Albuquerque morreu na década de 90 e era tão querida que fez com que os moradores pleiteassem à Câmara Municipal que seu nome batizasse uma praça da localidade.

Empresário da região e morador do Arruda, Fausto Barbosa, 34 anos, é um dos que ajudam Everaldo a distribuir alegria por onde passa. “Todos os anos, a gente faz essa programação, inclusive com decoração na rua. A gente faz parquinho, casinha, escorrego para as crianças brincarem no Natal. Tem até chaminé. Digo que é até um ponto turístico da comunidade”, revela.

No domingo (24), véspera de Natal, a iniciativa seguirá para Olinda e para o bairro de Areias, na Zona Oeste do Recife.

Deixe seu Comentário!

Anuncie