No Recife: Grupo de WhatsApp ajuda polícia a prender assaltante de lanchonete

270

A prisão do suspeito de assaltar uma lanchonete no bairro de Casa Forte, na Zona Norte do Recife, no último domingo (4), foi apresentada na manhã desta quarta-feira (7) pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE). Deyvson Mário da Silva, de 25 anos, foi preso em frente à sua casa, na rua Doradina, em Casa Amarela, também na Zona Norte. Um grupo da comunidade no WhatsApp ajudou nas investigações e contribuiu para chegar à autoria do delito.

A delegada Lidia Barci explica como as investigações chegaram a Deyvson. “É um grupo da comunidade, que se chama ‘Casa Forte Mais Seguro’, onde estão vários representantes. Nele são discutidas questões como segurança, mobilidade, urbanidade, educação e ajuda também a polícia a solucionar os casos”, disse.

Imagens das câmeras de segurança mostram que Deyvson chegou rapidamente ao cofre do estabelecimento. A suspeita da PCPE é de que um ex-funcionário demitido na semana passada tenha repassado informações.

“Os vídeos mostram que ele foi um dia antes observar o local e articular melhor o crime. Acreditamos que um ex-funcionário tenha dado alguma informação para ele poder chegar ao cofre tão rápido. Esse ex-funcionário vai ser ouvido hoje [nesta quarta] na delegacia de Casa Amarela”, completou a delegada.