Observatório da Sé em Olinda monta programação para visitantes apreciarem superlua

59

Com a Lua alcançando o ponto mais próximo da Terra neste domingo (3), o Observatório da Sé, em Olinda, montou uma programação para quem deseja apreciar o satélite natural, que, durante o fenômeno, aparenta maior e mais brilhante. Até as 21h, o espaço fica aberto para visitantes, com observação em telescópios e seresta.

O fenômeno da superlua também leva a equipe do projeto “Desvendando o Céu Austral”, da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), ao observatório. Com a presença da equipe, haverá outros dois telescópios disponíveis para observação.

De acordo com o Espaço Ciência, a superlua também influencia nas marés, já que as forças gravitacionais da Lua e do Sol se combinam para puxar a água do oceano na mesma direção. Com o fenômeno astronômico, há marés ainda mais altas e ainda mais baixas do que o normal, com gradientes que chegam a ser cinco centímetros superiores.