Pernambuco registra primeira morte por chicungunha em 2019

61

O estado de Pernambuco registrou a primeira morte por chicungunha em 2019 nessa quarta-feira (9). O caso aconteceu em um hospital particular do Recife, mas só obteve confirmação oficial da Secretaria Estadual de Saúde (SES) agora. 

Segundo informações do Jornal do Commercio, a primeira vítima da doença foi um idoso de 83 anos, que estava se tratando de diabetes e morava no bairro Dois Unidos, zona norte da capital pernambucana. O bairro integra a lista de locais com alto índice de infestação do Aedes Aegypti.

Para o clínico-geral Carlos Brito, que integra o Comitê Técnico de Arboviroses do Ministério da Saúde, o acontecimento liga o alerta para um possível surto durante o verão, que está prestes a chegar. “Já são três anos que passamos sem epidemia de chicungunha, uma doença que voltamos a ver, inclusive e pacientes apresentando comprometimento nas articulações, nos hospitais, ambulatórios e consultórios e consultórios. Quando começam a aparecer casos graves e mortes por arboviroses neste período, devemos ficar atentos a um risco de termos epidemia no próximo ano”, comenta.

Boletim

Divulgado nessa quarta-feira (9) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), o boletim epidemiológico notifica cerca de 63.551 casos de arboviroses no estado. Entre as doenças relatadas estão dengue, zika e chicungunha. Ao todo, cerca de 143 municípios, dentre os 184 que integram o estado de Pernambuco, permanecem em situação de risco para a transmissão elevada dos vírus causador das doenças dengue, zika e chicungunha.

Arboviroses no Agreste

Em Setembro, duas crianças morreram na região com suspeita de dengue hemorrágica. Um caso aconteceu na cidade de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, e outro no município de Cupira. Outros casos suspeitos não foram confirmados.


Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie