PF investigará incêndios em território indígena no Sertão

132

Os incêndios que destruíram a Unidade de Saúde da Família (USF) e a Escola Municipal de Jatobá, localizadas no território da tribo indígena Pankaruru, no Sertão de Pernambuco, serão investigados também pela Polícia Federal (PF). Em nota emitida pela superintendência estadual nesta terça-feira (30), a PF afirmou que irá periciar o local onde os fatos aconteceram e não irá se pronunciar antes de maiores esclarecimentos.

A escola e a unidade de saúde foram incendiadas na madrugada de segunda-feira (29). O povo Pankararu denunciou, via redes sociais, que os prédios foram “criminosamente incendiados”. Houve perda total da estrutura física, móveis, documentos e equipamentos.

“Pouca coisa se salvou. A comunidade Bem Querer de Baixo é uma das principais áreas de conflitos entre indígenas e posseiros e onde recentemente tivemos ganho de causa pela reintegração de posse do nosso território”, disseram, em nota, os Pankararu.

No final da noite de segunda, o povo relatou que o dia foi “intenso de revolta, medo e angústia”, mas agradeceu as milhares de mensagens de apoio, força, carinho e ajuda para a reestruturação da escola e do posto de saúde. O local foi isolado pela polícia e lideranças se reunirão para tomar posicionamento e traçar estratégicas para reverter a situação. A Polícia Civil de Pernambuco também investiga a motivação e os suspeitos do incêndio.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie