Pistola falha e fere aluna de curso da Polícia Civil no Recife

145

A Polícia Civil de Pernambuco está investigando a falha de uma arma utilizada por uma aluna do curso de formação de policiais civis. Nesta quarta-feira (20), a mulher, de 29 anos, ficou ferida no braço depois de a pistola .40 disparar acidentalmente durante uma aula na sede do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar, no bairro do Jiquiá, na Zona Oeste do Recife.

Em contato com o DE OLHO EM PERNAMBUCO outro aluno, que não quis se identificar, informou que, após o incidente, os demais participantes do curso se recusaram a continuar com os treinos da Academia de Polícia porque as armas estariam em péssimas condições.

A Polícia Civil confirmou que houve uma pane na arma e que, no momento do ocorrido, havia dois instrutores ao lado da vítima. “Os primeiros socorros foram realizados no local por um bombeiro militar”, explicou a instituição, em nota. A aluna foi levada para um hospital particular, acompanhada da coordenação do curso, e já recebeu alta.

A arma foi encaminhada para perícia. O caso foi registrado na Delegacia da Mustardinha, na mesma região da Cidade, para investigação.

Sobre as queixas a respeito das condições das pistolas, a Polícia Civil ressaltou que “todas as armas passaram por manutenção no Comando de Operações e Recursos Especiais (Core)” da instituição antes de serem utilizadas nas instruções da Academia de Polícia.

Deixe seu Comentário!

Anuncie