A Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, está investigando a suposta venda de uma criança de um ano e sete meses no município. Um inquérito foi aberto para apurar o caso, após denúncias feitas à Polícia Civil e ao Conselho Tutelar.

O conselheiro tutelar Marivaldo Andrade informou que a menina teria sido entregue na última quinta-feira (19) a uma família do interior da Paraíba.

Policiais estiveram no endereço apontado pela denúncia e ouviram a mãe da criança na delegacia. A família que recebeu a menina foi localizada e também foi chamada para depor.

A mãe e a família da Paraíba teriam se conhecido através de um intermediário. O caso da suposta venda de criança está sendo investigado.

Como não foram encontrados outros parentes, a criança está sob a responsabilidade do Conselho Tutelar.