Prefeitura de Camaragibe destrói área de preservação

20

Cerca de 100 metros de estrada foram construídos sem nenhuma licença ambiental pela Prefeitura de Camaragibe no Parque Aldeia dos Camarás, localizado na altura do km 10 da Estrada de Aldeia, Região Metropolitana do Recife, e que está inserido na área de preservação ambiental (APA) Aldeia Beberibe, unidade de conservação gerida pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), órgão ligado à esfera de poder do Estado e não do município.

Foi utilizado um trator para destruir o muro que cercava a área de proteção na tarde da terça-feira (9). Após denúncia de moradores da região junto ao Fórum Socioambiental de Aldeia, a CPRH compareceu ao local e lavrou um auto de infração de embargo na manhã desta quarta-feira (10).

Com oito hectares de extensão, o parque Aldeia dos Camarás protege áreas de recargas de aquíferos, visto que abriga a nascente do Rio Pacas, um dos afluentes que formam o Rio Beberibe. Diversas espécies nativas da Mata Atlântica foram destruídas em meio à obra na área que havia sido destinada ao replantio de espécies como aroeira da praia, pau-brasil, pau de jangada, salgueiro e ingá.

Além de pagar multa, que poderá variar entre R$ 5 mil e R$ 50 mil, a Prefeitura de Camaragibe terá de replantar as espécies nativas. A CPRH avalia quais outras infrações foram cometidas no local. O parque está inserido numa área de preservação ambiental com 31 mil hectares de mata atlântica que corta oito municípios, incluindo Camaragibe.

Prefeitura
Procurada pela reportagem da Folha de Pernambuco, a prefeitura afirmou que não há nenhuma obra no local e que foi realizado apenas uma limpeza de entulhos e serviço de terraplanagem em algumas ruas da área – que também está sendo avaliada para uma futura pavimentação.

A prefeitura disse, ainda, que é a favor da preservação ambiental, trazendo como exemplo da afirmação a recuperação da Reserva Privê Vermont, área remanescente da Mata Atlântica. De acordo com a prefeitura, atividades estão sendo realizadas na área para estimular a conscientização ambiental e a qualidade de vida.

Deixe seu Comentário!