Presídio de Itaquitinga vai receber presos na próxima semana

65

O Centro Integrado de Ressocialização (CIR) de Itaquitinga, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, deve receber seus primeiros 50 detentos a partir da próxima semana, vindos da Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá, e do Complexo Prisional do Curado, no Recife.

As obras da unidade foram iniciadas em 2009, inicialmente como uma Parceria Público-Privada (PPP) com a Sociedade de Propósito Específico (SPE) Reintegra Brasil S.A e deveria ter sido inaugurada em 2012. Só em 2016 que o Estado pôs fim ao impasse da paralisação das obras, decretando a caducidade da PPP e assumindo a responsabilidade das obras.

Com capacidade para mil presos, o CIR 1 foi criado para desafogar as unidades prisionais da Região Metropolitana do Recife (RMR), acolhendo presos sentenciados do gênero masculino, em regime fechado.

Foram investidos aproximadaente R$ 10 milhões para criar o centro que possui uma área construída de 1.000m², com 12 salas de aula, áreas jurídicas e de saúde, refeitório, pavilhão para exercício de atividades laborais, além de três pavilhões de vivências coletivas, oito guaritas, instalações da Polícia Militar e a área da administração e recepção de visitantes.

Quanto ao nível de segurança da unidade, ela foi construída em concreto armado numa espessura que impossibilita aberturas e perfurações com máquinas modernas. “Tentamos perfurar um buraco de ¾ e só existe duas máquinas em Pernambuco capazes de fazer isso, e mesmo assim uma delas ao fazer o trabalho quebrou e não conseguiu a perfuração”, explicou o diretor do centro, Nickson Monteiro de Araújo.

“Isso também influência na impossibilidade de utilização de telefones celulares. Não só pela distancia, o local, mas a própria construção em si impede que os celulares venham a funcionar. Elas formam um campo que impede que e propague o sinal de telefonia”, completa o diretor.

Sobre os diferenciais da unidade, o diretor ainda afirmou que o quantitativo de presos por cela será respeitado. Além de o sistema de fornecimento de água ser à prova de vandalismo, com vasos sanitários de aço, e acessibilidade nas celas e banheiros.

CIR 2
A segunda unidade do CIR ainda está em fase de construção e segue a mesma estrutura física da primeira unidade. A Ordem de Serviço foi assinada em janeiro de 2018 pelo governador Paulo Câmara.

Sistema prisional
Com o CIR 1, Pernambuco passará a ter 23 unidades prisionais. Segundo dados repassados pela SDJH, o sistema prisional pernambucano é composto por 10.842, para atender cerca de 31 mil detentos.

Segundo o secretário de Justiça e Direitos Humanos,Pedro Eurico, será realizada uma audiência na Assembléia Legislativa de Pernambuco na próxima terça-feira (18), a respeito da transferência da unidade 3 do complexo de Itaquitinga para o Governo Federal.

Deixe seu Comentário!