Preso suspeito de assaltar duas turistas na orla de Boa Viagem

57

O suspeito de assaltar duas turistas de Brasília na orla de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, na última segunda-feira (1º), foi preso pela polícia. Após denúncias anônimas, Alisson Guilherme Carvalho do Nascimento, de 21 anos, foi encontrado na manhã desta quinta (4) no bairro do Pina, Zona Sul do Recife. O suspeito não confessou o crime, mas, após a prisão, a polícia enviou fotos do suspeito às vítimas, que o reconheceram.

O crime aconteceu por volta das 23h, quando as vítimas estavam voltando para o hotel, localizado na orla, após jantarem em um restaurante que também fica na beira-mar. Elas estavam caminhando pela calçada quando foram abordadas pelo criminoso, que estava de bicicleta, nas proximidades do número 940 da avenida Boa Viagem. O homem roubou joias, celulares e bolsas das turistas, num valor total de cerca de R$ 20 mil.

Na casa de Alisson, foram encontrados uma pequena plantação de maconha, papelotes de maconha, uma arma falsa, uma balança de precisão e três bicicletas, uma das quais teria sido utilizada no crime em Boa Viagem. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de entorpecentes. Por causa do Código Eleitoral, desde a última terça-feira (02), as pessoas não podem ser presas, exceto em casos de flagrante delito, sentença criminal condenatória por crime inafiançável e desrespeito a salvo-conduto. Essa decisão vale até 48 horas após o encerramento da eleição. Por isso, ele ainda não foi indiciado pelo roubo.

“As vítimas de Brasília prontamente o reconheceram, disseram que não tinham dúvidas que havia sido ele”, afirmou o delegado titular da DP de Proteção ao Turista, Erivaldo Guerra, que não descarta a possibilidade de que Alisson tenha cometido outros assaltos,

Os objetos roubados das turistas não foram encontrados. “A gente não sabe a quem ele vendeu ou repassou. Ele estaria devendo a alguns traficantes; por causa disso, ele estaria praticando o crime de roubo”, disse o delegado. De acordo com Guerra, se outras vítimas reconhecerem o suspeito, elas devem comparecer à Delegacia do Turista ou em qualquer outra delegacia para instaurar um outro inquérito policial contra o suspeito.

Deixe seu Comentário!

Anuncie