Preso um dos criminosos mais procurados de Pernambuco

94

Um dos criminosos mais procurados de Pernambuco, Jerry Adriani Gomes da Silva, mais conhecido como”Nego de Lídio”,foi preso nesta quarta (28), na fazenda Água Viva, na zona rural da cidade de Redenção do Gurguéia, no Piauí. Ele estava foragido da Penitenciária Barreto Campelo desde 18 de dezembro de 2014.

Entre outros crimes, “Nego de Lídio” é considerado responsável pela morte do líder comunitário Fulgêncio da Silva, do antigo Projeto Caraíbas, na década de 1990 (que passou a ser chamado de “Projeto Fulgêncio” em homenagem ao líder morto).

Em 2001, ele também foi responsabilizado por pelo menos dois assaltos a carros fortes no Alto do Engenheiro, em Ouricuri, juntamente com a quadrilha de Jardiel Ribeiro Dantas. Ele foi o autor do primeiro registro da modalidade chamada “novo Cangaço” no país, em 2003, na cidade Ribeira do Pombal, na Bahia, e é apontado como autor de aproximadamente 25 homicídios na região de Santa Maria da Boa Vista, no Sertão pernambucano. Antes de escapar, ele cumpria pena de 47 anos e ainda aguardava três júris populares.

Segundo a assessoria da PMPE, “Nego de Lídio” foi preso através de uma operação realizada pelo Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI), com apoio da Força Tarefa Bancos, da Secretaria de Defesa Social. Outro apoio importante veio do serviço de Inteligência do Piauí, que possibilitou sua captura.

Com ele, foram encontradas duas pistolas calibre .380 com 73 munições, além de uma espingarda calibre 12 com sete munições. “Nego de Lídio” foi encaminhado para a Força Tarefa Bancos de Pernambuco, para adoção das medidas decorrentes.