Professores de Panelas fazem protesto em defesa de reajuste salarial

47

Professores fazem manifestação nesta sexta-feira (22) em Panelas, no Agreste pernambucano, em defesa do reajuste salarial do piso nacional de professores e do pagamento dos precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

Mais de duzentos profissionais da educação, servidores municipais, vereadores, pais e alunos farão uma manifestação em defesa do reajuste salarial, além de reivindicar o reajuste de 4,17% (retroativos a 1º de janeiro de 2019) e retroativos de anos anteriores como 2016 (11,36%) e 2017. Os professores pretendem paralisar as atividades.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Panelas (SISMUP) mobilizou uma caminhada nesta manhã, que se concentrou em frente ao sindicato e depois segue pelas principais ruas da cidade até a Prefeitura Municipal, onde será entregue ao poder executivo a pauta de reivindicações.

Para o presidente do SISMUP, Udemir Cordeiro, os professores de Panelas não estão sendo valorizados. “Infelizmente os professores não estão sendo reconhecidos e valorizados na questão salarial. Nossa luta é para que os nossos direitos sejam cumpridos, apenas isso que queremos”, afirmou.

Na questão do rateio dos precatórios do Fundef, foi apresentado e votado por unanimidade um projeto de lei de autoria do vereador e presidente da Casa Legislativa, Genilson Lucena (PSB). O projeto foi encaminhado para o executivo, que deve decidir se sanciona ou veta o texto.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie