Pronta desde 2016, UPA de Bezerros ainda não foi entregue à população

57

O prédio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Bezerros, no Agreste de Pernambuco, está pronto desde 2016, mas continua de portas fechadas. As obras começaram em julho de 2014 e o tempo de execução foi cumprido, mas o de entrega, não.

O principal motivo é a falta de mobiliário, de um gerador, um transformador trifásico e um elevador. Os dois últimos foram licitados duas vezes, mas não houve interesse por parte das empresas.

De acordo com a secretária de Saúde de Bezerros, Luciana Lamour, já foram feitas reformas estruturais na unidade. “Nós temos dificuldades com a licitação, porque deu deserta. Já publicamos três vezes, conseguimos o gerador, mas o transformador e o elevador, não. O próximo passo agora seria uma compra direta”, explicou.

Além disto, a UPA precisa de um orçamento de em média R$ 500 mil mensais para funcionar, valor que a gestão municipal alega não conseguir arcar sozinha. “O repasse é muito escasso do Governo Federal para os municípios em geral, e em Bezerros não é diferente. A gente está tentando na medida do possível colocar a UPA para funcionar”, disse a secretária.

Estão sendo investidos em torno de R$ 1,4 milhão na reestruturação da rede de urgência e emergência do município e na readequação da Unidade Mista São José, único hospital público ao qual a população de 61 mil habitantes pode recorrer para serviços de urgência e emergência.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie