Protesto no Cais do Apolo pede justiça por jovem baleado no Recife

552

Populares fecharam a avenida Cais do Apolo, próximo à Prefeitura do Recife, na região central da cidade, em protesto contra a violência policial no fim da manhã desta segunda-feira (22). Eles acusam um policial de ter atirado contra um jovem da comunidade na manhã desta segunda-feira (22) – o rapaz morreu. Consultadas pela reportagem da Folha, as polícias Civil e Militar ainda não se pronunciaram sobre o caso.

Na manhã desta segunda, o DE OLHO EM PERNAMBUCO recebeu uma denúncia anônima de que um policial teria atirado contra um rapaz na Rua de São Jorge, próximo ao Forte do Brum. O próprio policial teria socorrido o jovem até o Hospital da Restauração (HR). Segundo a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), o fluxo de veículos está interrompido nas duas vias na altura do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

O HR informou que o rapaz foi atingido por dois tiros na região dos glúteos e faleceu logo depois da dar entrada na unidade. A unidade disse ainda que o rapaz tinha tentado roubar a arma de um soldado, que reagiu e atirou nele.

A tia do rapaz morto o identificou como Welton Erasmo, 23 anos. Ela não quis se identificar com medo de repressão e contou que estava dentro de casa quando ouviu os tiros e soube pelos vizinhos do acontecido. Então, foi até o HR e identificou o corpo do sobrinho morto. Ainda segundo ela, as abordagens policiaiis na localidade costumam ser violentas.

Deixe seu Comentário!