Recife terá menos gasto com isolamento de edificações e áreas públicas na folia

48
5 (100%) 2 votos

Ao contrário dos últimos anos, o Recife deve gastar menos recursos com serviços de fechamento de edificações e áreas públicas com risco de desabamento e depredação no Carnaval de 2018. O valor previsto na licitação – que no último tríduo momesco passou de R$ 1 milhão – no próximo ano está orçado em R$ 907.959,74.

De acordo com a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), isso ocorre porque o Camburão da Folia – bloco de policiais e bombeiros militares que trabalham no período de folia e que desfilavam no domingo seguinte ao período oficial da festa – não sai mais pelas ruas do Centro da Capital.

A mudança do desfile do Camburão para Olinda já ocorreu este ano, porém, a decisão foi tomada após a Prefeitura do Recife realizar seu processo licitatório de isolamento de prédios e áreas públicas.

“Para o Carnaval de 2018 não haverá a necessidade de retirar os tapumes e repor para o bloco”, informou a Emlurb, por nota. A empresa também explicou que não há um levantamento específico para os danos causados por vandalismo apenas nos dias de Momo.

Para recuperar monumentos, pontes e edificações públicas que sofrem ações de pichação e vandalismo, a Prefeitura gasta cerca de R$ 2 milhões por ano.

Comments