Reforço no armamento das Polícias Civil e Militar

140

Cerca de 100 fuzis 7,62 e 300 mil munições foram entregues, na manhã desta sexta-feira (22), para unidades especializadas das Polícias Civil e Militar de Pernambuco. A entrega, realizada na sede do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), localizada no Campo do Jiquiá, Zona Oeste do Recife, ainda teve demonstração do novo armamento no campo de tiros.

Após a mostra, as armas foram direcionadas às unidades da polícia que foram beneficiados com o reforço bélico. A aquisição e entrega de novos armamentos fazem parte das ações do Plano de Segurança, lançado pelo Governo do Estado, em maio, e prevê o investimento de mais de R$ 290 milhões em ações como o reforço do efetivo e renovação da frota.

Importante ressaltar que, antes de chegar à tropa, o novo armamento passa por uma série de testes, que inclui, inclusive, o disparo de cada um dos novos fuzis. Esse trabalho é realizado pela Comissão de Armamento, que promove um exame minucioso em cada uma das armas, incluindo os testes de tiro, que foram feitos pelos profissionais do BOPE.

Taurus
Sobre o recente acidente de uma aluna do curso da Polícia Civil (PC) com uma pistola Taurus, o secretário de Defesa, Antônio de Pádua, disse que, se ficar confirmado a falha do equipamento, a empresa será comunicada e irão realizar os procedimentos cabíveis de reparo ou troca dos equipamentos.

O secretário também informou que foram treinados pouco mais de quatro mil alunos nas academias da PC neste ano, somando mais de 600 mil disparos e, segundo ele, o único acidente identificado foi o que aconteceu na última quarta-feira (20).

Deixe seu Comentário!