Religiosos e movimentos sociais homenageiam Marielle no Centro do Recife

6794

Uma manifestação inter-religiosa em memória da vereadora carioca Marielle Franco, assassinada na última quarta-feira (14), reúne representantes de vários credos na tarde desta terça-feira (20) na Praça da Independência, na área central do Recife. Realizada por movimentos sociais, a homenagem acontece em várias capitais do País uma semana após a execução da parlamentar e do motorista Anderson Gomes no Rio de Janeiro.

No local, representantes da Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Olinda e Recife, da Frente Evangélica pela Democracia, do judaísmo e do budismo, da Igreja Anglicana e Ortodoxa, da Irmandade Santo Daime, da Igreja Batista e Igreja Católica Brasileira. “Este ato é nacional e inter-religioso, pensando que Marielle era essa pessoa plural e que poderíamos convergir várias formas de manifestações religiosas em um só momento e pedir justiça pela morte dela”, disse Daiane Dutra, representante do movimento PartidA Recife.

No ato, a dirigente do PSOL estadual, Danielle Portela, disse que entrou com uma representação no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) nesta terça sobre o caso do delegado da Polícia Civil Jorge Ferreira, da Delegacia da Mulher, acusado de publicar em redes sociais declarações injuriosas a respeito da vereadora carioca Marielle Franco. “Eu, enquanto advogada e dirigente do partido, protocolei hoje [esta terça] no MPPE uma representação para que ele, como fiscal da lei, acompanhe o caso para que a memória de Marielle não seja manchada”, afirma.