Sertão do Pajeú comemora aumento no abastecimento de água

83

Em Pernambuco, a população do Interior continua comemorando o aumento da capacidade de acumulação de água dos reservatórios. Imagens enviadas por leitores da Folha de Pernambuco mostram uma mudança significativa na paisagem, principalmente após as chuvas deste mês e, sobretudo, na região do Sertão do Pajeú, nas áreas dos municípios de Serra Talhada (localizado a 412 km do Recife), Flores (a 384 km), Triunfo (402 km) e Afogados da Ingazeira (380 km).

Em Serra Talhada, o reservatório de Jazigo atingiu sua capacidade máxima de 15.543.000 metros cúbicos de água. Segundo o Balanço dos Reservatórios da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), há cinco anos o armazenamento era de apenas 16,4% (2.545.723,60 metros cúbicos). Em 2014 atingiu 72,9% (11.326.119); em 2015, 29,1% (4.522.211,40); e, nos piores anos, em 2016 e 2017, registrou 0%.

No município de Flores, o reservatório tem capacidade de acumulação abaixo de cinco milhões de metros cúbicos de água e, portanto, não consta na lista de acompanhamento da Apac. Porém, como é possível observar no vídeo abaixo, o volume de água tem sido motivo para a cidade festejar.

Em Triunfo, o reservatório de Brejinho, no distrito de Jericó, também alcançou seu limite máximo, de 282.000 metros cúbicos de água. Neste caso, o Balanço dos Reservatórios da Apac não traz comparativos com anos anteriores.

Finalmente, em Afogados da Ingazeira, o reservatório de Brotas também chegou a 100% de sua capacidade, com 19.639.000 metros de água, apresentando a melhor performance desde o ano passado entre os citados. Em 2013, contava apenas com 16,7% (3.289.044 metros cúbicos) de seu limite máximo; caiu para 2,4% (473.253 metros cúbicos) em 2014; subiu para 17% (3.345.000 metros cúbicos) em 2015; voltou a cair para 1,1% (224.000 metros cúbicos) em 2016; e teve um ínfimo acréscimo, em 2016, para 2% (393.000 metros cúbicos) do máximo de seu armazenamento.