Supostos tubarões em vídeo são, na verdade, golfinhos

33

Um vídeo que circula nas redes sociais desde a terça-feira (6) [assista abaixo] e conta com mais de 120 mil visualizações apenas em uma página do Instagram mostra dois supostos tubarões na praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.

O DE OLHO EM PERNAMBUCO entrou em contato com a pós-doutora em biociência animal da Universidade Federal Rural de Pernambuco (URFPE), Mariana Rêgo, para esclarecer se são, de fato, tubarões. Ela afirmou que os animais que aparecem nas imagens são, na verdade, dois golfinhos.

A especialista explica que peixes como os tubarões não costumam subir na superfície para respirar. Esse é um comportamento típico de golfinhos. “Pelo padrão de mergulho, não caracteriza tubarão porque eles não sobem para a superfície para respirar. É bem clássico de golfinho, que sobem para respirar e descem”, explicou Mariana. “Os tubarões quando estão na superfície ficam com a nadadeira para fora e com um padrão de natação contínuo, não ficam mergulhando e subindo”, acrescentou.

Nas imagens, provavelmente gravadas de um edifício em frente à praia, é possível ver os animais subindo e descendo a alguns metros de banhistas. Mariana ainda esclarece outros pontos como nadar em grupo para argumentar que são golfinhos. “Os tubarões nadam em cardume, dependendo da espécie. As que estão em nossa costa [os cabeças-chata e tigre] geralmente são solitárias. Isso de andar em duplas é muito comum dos golfinhos e dos mamíferos aquáticos”, completou a especialista.

O criador da página Recife Ordinário, Gabriel Oliveira, que publicou o vídeo, explicou como recebeu o material. “O pessoal faz muita marcação do que tem acontecido no dia a dia no Recife. Essa moça marcou a gente no stories e estava preocupada com as crianças que estavam com a bola”, disse. Ele conta ainda que colocou a dúvida no texto para os seguidores comentarem se eram ou não tubarões.

O engenheiro de pesca e pesquisador do Departamento de Pesca da UFRPE, Jonas Rodrigues, acrescenta que o período de maior aproximação de tubarões na costa pernambucana está próximo do final neste ano. “Esse período coincide com a época chuva, principalmente entre setembro e novembro. No caso das ocorrências de incidentes, temos geralmente em períodos de água turva, que se estende principalmente em julho por causa do período de férias e de chuvas”, disse.

 

Deixe seu Comentário!

Anuncie