Suspeitos de assalto a apartamento de empresário chinês em Boa Viagem são detidos

151

Dois homens e uma mulher suspeitos de envolvimento no assalto ao apartamento de um empresário chinês, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, foram detidos no município de Sete Lagoas (MG). Como o prazo para a prisão em flagrante passou, eles vão responder ao inquérito em liberdade, segundo o delegado Alfredo Jorge. A câmera de segurança do edifício onde o crime aconteceu registrou a entrada de um deles no prédio. (Veja vídeo acima)

O delegado Alfredo Jorge, responsável pela investigação, confirmou nesta segunda-feira (10) que os três foram localizados durante ação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-040.

“O furto aconteceu no dia 4 e a prisão, no dia 7 [sexta]. Não havia mais um flagrante. Então, eles foram detidos e qualificados. O material foi apreendido, talvez [seja] de outras vítimas, visto que tinha materiais que não constam no boletim de ocorrência [registrado pelo empresário chinês]. A gente instaurou o inquérito por portaria e eles vão responder a esse inquérito em liberdade”, explica o delegado.

Entre os objetos encontrados estão relógios, notebook, câmera fotográfica, joias, notas de dólar, euro e outras moedas estrangeiras. Segundo o delegado, os três detidos foram identificados como Sandro José da Silva Junior, Beatriz Santos Silva e João Luiz da Silva Neto.

Alfredo Jorge afirma que um deles tinha tentado entrar no prédio uma vez, mas informou um nome errado e foi barrado. Somente na segunda tentativa, que foi registrada pela câmera de segurança, que um deles conseguiu entrar e praticar o furto. O delegado aponta que eles são suspeitos de crimes também em Alagoas e no Rio Grande do Norte.

“Os alvos dessa associação criminosa são chineses. Em fevereiro, foram presas cinco pessoas praticando o mesmo tipo de delito. Um dos presos no mês dois [fevereiro] é o Juninho, que agora entrou no apartamento do chinês [em Boa Viagem]”, detalhou o delegado.
No assalto ao apartamento do empresário chinês, foram levados ao menos US$ 2 mil, um MacBook, um aparelho celular e um relógio Rolex, que a vítima não informou o valor, de acordo com o delegado.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie