Tomate, banana e açúcar elevaram custo da cesta básica no mês de novembro em Petrolina, PE

122

O custo da cesta básica aumentou no mês de novembro em Petrolina, no Sertão Pernambucano. Foi o que mostrou a pesquisa realizada pelo Colegiado de Economia da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape). O estudo apontou inflação de 1,67% em relação a outubro. No acumulado dos dos últimos doze meses, o valor apresenta deflação de -12,06%.

Os principais responsáveis pela elevação do custo final da cesta em novembro foram o tomate, banana e açúcar. De acordo com o coordenador da pesquisa, João Ricardo Lima, apesar do aumento de 15,88% no último mês, o tomate não deve manter a alta do preço.

“No caso da banana, o comportamento do preço seguiu a tendência de outubro, assim, apresenta alta há dois meses seguidos. Os demais produtos tiveram aumentos em novembro, mas que não devem ter maiores impactos nos meses subsequentes, pois o volume de tomate no mercado está se elevando, apesar da baixa qualidade. No caso do açúcar, apesar da safra na região, em outros locais do país os preços nas usinas estão subindo, devido a expectativa de maior entressafra e fatores climáticos”, explicou.

De acordo com a pesquisa, o custo final da cesta em novembro ficou em R$ 284,19. A variação entre menor e o maior preço encontrado para todos os produtos ficou com a média de 150%.

This site is using SEO Baclinks plugin created by Locco.Ro