Trânsito fica complicado na primeira noite da Faixa Azul na av. Antônio de Góes

105

Motoristas enfrentaram trânsito congestionado nas principais vias da Zona Sul do Recife no fim da tarde desta terça-feira (9), primeiro dia de funcionamento da Faixa Azul da avenida Antônio de Góes, no bairro do Pina. O corredor de ônibus, com 580 metros de extensão, acelerou o trânsito do transporte público, mas diminuiu de seis para cinco o número de faixas para o tráfego misto numa região que já costumava registrar engarrafamentos, o que, na avaliação dos condutores, complicou o tráfego.

Às 18h, o congestionamento já começava na avenida Conselheiro Aguiar, anterior ao trecho onde foi instalada a nova Faixa Azul. A avenida Boa Viagem e a pista leste da Via Mangue também tiveram trânsito carregado. Essas vias costumam ter trânsito intenso pela manhã, e não no início da noite, já que têm sentido de deslocamento em direção ao Centro do Recife.

“Não era tão ruim assim. Hoje está muito pior. Saímos do Shopping Recife e pegamos muito trânsito. Estamos indo para Olinda e ainda temos um longo caminho pela frente”, afirmou a pedagoga Cíntia Gomes, 42 anos.

Um complicador foi o giro à esquerda dos ônibus que saem da Faixa Azul da avenida Conselheiro Aguiar, situada à direita, para a pista da esquerda da avenida Antônio de Góes. Invasões de carros particulares no corredor de ônibus também não foram raras no primeiro dia de operação. De segunda a sexta, das 6h às 22h, o espaço só deve ser usado por coletivos e por táxis do Recife com ou sem passageiros.

Mais cedo, a presidente da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), Taciana Ferreira, lembrou que, apesar dos engarrafamentos, a nova Faixa Azul beneficia 70 mil pessoas que utilizam 20 linhas de ônibus diariamente. “Para as pessoas que usam ônibus haverá benefício. A saída de carros já foi beneficiada com a Via Mangue”, disse. “Sempre há uma concentração de fluxo em horários de pico. Isso é natural em inúmeros pontos da cidade”, completou.