Três funcionários do sindicato de combustíveis são presos por cartel na RMR

A operação, batizada de Funil, é a 14° realizada pela Polícia Civil de Pernambuco este ano

157
Três homens foram presos por envolvimento com cartel de combustíveis na Região Metropolitana do Recife. Adson Bezerra da Silva, Daniel Seabra Santos e Cleobiano de Sales Rodrigues eram funcionários do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE) e mantinham o contato com empresários para manipular os preços de combustíveis. Os empresários ainda estão sendo investigados.

A operação, batizada de Funil, é a 14° realizada pela Polícia Civil de Pernambuco este ano. A investigação, que resultou na prisão dos envolvidos, teve início há 11 meses pela Delegacia de Crimes contra a Ordem Tributária (Decot). Um total de 163 policiais civis, entre delegados, comissários, agentes e escrivães estão na averiguação.

Também foram encontradas três armas de fogo em postos de combustível dos municípios de Vitória de Santo Antão, Pombos e Moreno. Uma pistola calibre 38 e 15 munições, um revólver calibre 38 e 24 munições, e uma espingarda calibre 12 e 4 munições, respectivamente. O efetivo busca descobrir quem são os responsáveis pelos instrumentos.
Três notebooks, seis computadores desktop e documentos diversos foram apreendidos e serão submetidos a análise, inclusive pericial.

A Polícia investiga, ainda, se a prática criminosa vinha sendo cometida por outros integrantes do sindicato, inclusive o presidente, com quem os funcionários mantinham relação direta, e empresários do setor.

Outros empresários, donos de postos, que não participavam dessas práticas estão sendo intimados para colaborar com a operação.