Trio é preso tentando arremessar granada caseira e armas para dentro de presídio do Complexo do Curado

303

Dois homens e uma mulher foram presos em flagrante tentando arremessar uma granada caseira, armas e máscaras pelo muro do Presídio Frei Damião de Bozzano, no Complexo do Curado, no bairro do Sancho, na Zona Oeste do Recife. Segundo a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), o material seria utilizado em uma fuga planejada do local.

A prisão aconteceu na quarta-feira (27) e foi confirmada nesta quinta-feira (28). Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp-PE), o grupo foi abordado próximo à guarita 5 do presídio. O material estava dentro de uma mochila.

Com o trio, foram apreendidas duas armas de fogo calibre 38, além de munição e da granada artesanal. Os três foram indiciados por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

De acordo com o delegado Newson Motta, a granada seria jogada contra um policial militar que estava numa guarita para facilitar a fuga dos detentos que estavam no presídio.

“O trio chegou próximo à guarita 5 do presídio e estavam de posse de dois revólveres e uma granada de fabricação caseira. Na abordagem, um deles repassou a informação, durante interrogatório, que a granada seria atirada contra o policial que estava na guarita”, diz.

A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) apontou que um dos presos é Jonathan Henrique de Roque da Silva, de 26 anos, que estava em liberdade condicional. Segundo o Sindasp, ele tem antecedentes por porte de arma de fogo, tráfico de drogas e roubo, com passagem pelo sistema penitenciário.

Os outros dois presos foram identificados como Santiago Antonio Fernandes de Melo, de 24 anos, e Anne Keyth Lima do Amaral, de 21.

Eles passaram por audiência de custódia nesta quinta-feira (28) e tiveram o flagrante convertido em prisão preventiva. Os homens foram encaminhados ao Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. A mulher foi levada para a Colônia Penal Feminina do Recife, na Zona Oeste da cidade.

Casos recentes
No dia 14 de fevereiro, a Penitenciária Professor Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá, no Grande Recife, foi palco de uma troca de tiros envolvendo um policial militar, que foi atingido na cabeça e morreu. Um grupo de detentos conseguiu fugir do local.

Em Itaquitinga, na Zona da Mata de Pernambuco, a unidade prisional inaugurada há menos de um ano registrou duas fugas. O secretário de Justiça Pedro Eurico garantiu, na época, que iria reforçar câmeras e videomonitoramento.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie