Um dos suspeitos presos pelo assassinato de empresário em Aldeia visitou local do crime dois dias antes, diz delegada

532

Um dos quatro assaltantes presos sob suspeita de envolvimento no assassinato do empresário Mário Gouveia Júnior, de 78 anos, esteve no local do crime dois dias antes da ação, segundo a delegada Euricélia Nogueira, que investiga o caso. A polícia aponta que Luciano Josuel de Santana é o “cabeça” da investida criminosa.

O assalto aconteceu na casa do empresário, que fica na parte traseira do Parque Aquático Águas Finas, em Paudalho, na Zona da Mata, durante a madrugada da terça-feira (23). “A informação é de que Luciano foi ao parque para levantar a planta de todo o local e fazer uma croqui para o resto do grupo”, afirma Euricélia Nogueira.

Segundo a delegada, a ação foi planejada há cerca de 30 dias e teve motivação financeira: “Não podemos descartar nada. Até agora, não encontramos motivação pessoal dos investigados, mas pode aparecer”.

Prisões
Além de Luciano, Leonardo do Nascimento Silva, Cícero Romão Henrique da Silva Pino e Rodrigo Gomes da Silva foram presos na quarta (24). Após terem a prisão preventiva decretada pela Justiça em audiência de custódia na quinta (25), eles foram levados para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Segundo o Tribunal de Justiça de Pernambuco, os quatro suspeitos presos respondem pelos crimes de roubo qualificado, porte ilegal de arma, organização criminosa e tráfico.

De acordo com o advogado de Luciano Josuel e Cícero Romão, eles eram pagos por moradores de Chã de Cruz para fazer rondas de moto e tinham acesso gratuito ao parque aquático da vítima, atuando na segurança do local.

A Polícia Civil estima que o crime contou com a participação de 15 assaltantes. Um deles, Wallace Everton Lemos da Silva, de 22 anos, morreu no hospital após a investida. “Conseguimos ver que a morte de Wallace foi uma reação do próprio Mário, que atirou no rapaz quando o grupo invadiu a casa”, diz a delegada. Os outros 10 envolvidos já foram identificados e estão sendo investigados.

Deixe seu Comentário!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS
Anuncie